Leandro Rasmussen fala sobre os desafios em análises de obras subterrâneas no sexto encontro do CBTym Talks Destaque

Dando continuidade aos encontros online, o CBT Young Members realizou mais um CBTym Talks no dia 6/5. O professor Leandro Lima Rasmussen, do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Brasília, foi o convidado da vez. Ele fez uma apresentação sobre o tema “Desafios em Análise de Obras Subterrâneas por Simulação de Meios Descontínuos”. O bate-papo foi moderado pelos engenheiros Fernando Abreu, presidente do CBT YM e Alex Nowak La Flor, vice-presidente.

O engenheiro teve o primeiro contato com a geotecnia na empresa Bureau de Projetos. A partir daí, decidiu qual seria a sua área de atuação. “Estava inseguro entre engenharia de estruturas, administração ou gerenciamento. Devido às discussões técnicas que aconteciam na empresa, me chamou bastante atenção a área da geotecnia”, relata Rasmussen. O engenheiro participou de diversos projetos naquela empresa relacionados com a Linha 6 do Metrô de São Paulo.

Após concluir seu doutorado na Universidade de Brasília, Leandro ingressou como professor na mesma instituição, onde ministra aulas na graduação para os cursos de engenharia civil e ambiental e no programa de pós-graduação em geotecnia. 

 

Abordagem contínua e descontínua

Em sua apresentação, Rasmussem debateu o conceito de abordagem de simulação de obras subterrâneas em maciços rochosos, trabalhando com dois tipos principais: a abordagem contínua e a abordagem descontínua. O engenheiro explicou que a abordagem contínua se baseia na hipótese de que o material pode ser tratado como um elemento contínuo e ignora o fato de que ele é constituído por partículas. Ele também relatou os desafios no uso da abordagem contínua em simulação de obras subterrâneas em maciços rochosos.

O engenheiro contextualizou a abordagem descontínua como uma alternativa que ajuda a superar alguns dos desafios da abordagem contínua em simulação de escavações em meios rochosos. Porém, explicou que um grande desafio no uso de todas as abordagens descontínuas é o fato de que, geralmente, essas abordagens apresentam longo tempo de processamento computacional. O professor explicou que este é um grande empecilho no sentido de tornar essa abordagem aplicável em escritórios de engenharia e apresentou soluções que vêm sendo desenvolvidas em suas pesquisas.

 

UnBlocks

A apresentação foi focada em um programa computacional específico, conhecido como UnBlocks. O programa foi desenvolvido por Rasmussem no seu doutorado e vem sendo utilizado em pesquisas dentro do grupo de mecânica de rochas computacional da Universidade de Brasília. O software, que realiza simulações com base na abordagem descontínua, tem como um dos objetivos poder ser utilizado como ferramenta de pesquisa por outros grupos.

Após apresentar os diferentes desafios existentes em análise de obras subterrâneas em maciços rochosos por simulação de meios descontínuos, o engenheiro respondeu todas as perguntas dos internautas.

A gravação da última live do CBTym  pode ser acessada na íntegra pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=gSTgqd5G-sA

 

Leandro Lima Rasmussen

Formado em engenharia civil pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, Leandro Lima Rasmussen possui mestrado em engenharia geotécnica pela University of Illinois at Urbana-Champaign, nos Estados Unidos, e doutorado em engenharia geotécnica pela Universidade de Brasília. Atualmente é professor adjunto no departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Brasília, onde vem desenvolvendo projetos de pesquisa com ênfase em engenharia geotécnica, atuando principalmente nos seguintes temas: mecânica dos solos, mecânica das rochas, análise numérica, escavações e obras subterrâneas.